Descubra como o Merchandising enriquece os artistas

Por muitos anos, os músicos venderam merchandise como camisetas e pôsteres como uma maneira extra de fazer dinheiro. Antes, essa não era a fonte mais importante de renda. Mas hoje, as pessoas pararam de comprar CDs e agora escutam as músicas via Spotify, Youtube, Deezer, agora as vendas de merchandise tomaram outro patamar.

“Artistas de vários níveis, precisam trazer uma nova fonte de renda sempre que podem.”

Artistas de vários níveis, precisam trazer uma nova fonte de renda sempre que podem, e para aqueles que ainda não estouraram, vender itens com a sua marca se tornou muito importante.

“É sobre estender a marca do artista por meio de diferentes produtos de consumo.”

Agora, um merchandise de um artista tem um outro patamar de relevância, não é apenas sobre o dinheiro. É sobre estender a marca do artista por meio de diferentes produtos de consumo. Aqui é importante aprender com outras indústrias que aproveitam ideias de marketing capazes de te ajudar a construir a sua marca.

“Quando um fã está vestindo uma camisa, um chapéu ou qualquer coisa com o logotipo de um de seus artistas favoritos, esse item normalmente é visto por muitas pessoas”

Basta colocar um logotipo em uma camiseta preta simples, mas muito mais pode ser feito com o mesmo tipo de produto. Se um artista deseja transmitir uma imagem alternativa ou mainstream, isso pode ser feito com design, escolha de cores, seleção de tecidos e assim por diante.

“Usar um produto com o nome daquele rapper ou o logotipo de uma banda sempre foi uma forma de os fãs, às vezes milhões deles, se conectarem com esses músicos de forma física.“

Embora possa não parecer mais do que apenas mais uma peça de roupa, vestir uma peça ou usar um produto com o nome daquele rapper ou o logotipo de uma banda sempre foi uma forma de os fãs, às vezes milhões deles, se conectarem com esses músicos de forma física. 

 

O consumo de música costumava ser físico, pois envolvia ir a uma loja de discos e, eventualmente, ler encartes em uma capa de vinil ou em um livreto de CD, mas tudo mudou na última década. Agora as massas ouvem suas músicas favoritas em serviços de streaming. Merchandising agora se tornou uma maneira dos artistas alcançarem e tocarem seus fãs mais fervorosos, especialmente quando eles não estão em turnê.

 

Planejamento, pensamento, esforço, energia e dinheiro agora também são dedicados à criação da variedade de produtos de um artista, e isso normalmente muda a cada fase de sua carreira. Para alguns atos, isso pode significar que novos produtos são lançados a cada mês ou uma vez por ano. Esses novos produtos certamente ajudam a encher os contracheques, mas agora os músicos e suas equipes estão sendo forçados a pensar mais sobre o que querem vender, porque a mercadoria passou de um pequeno fluxo de receita para uma dos mais importantes meios de um artista interagir com os fãs, aumentando o reconhecimento de sua marca e ajudando a prolongar temas do álbum ou do single.

 

Merchan vs Streamming em números

Durante a carreira de um artista, as apresentações em shows e festivais geralmente são as principais fontes de renda. Aqui vamos mostrar um cenário de vendas de merchan vs streaming


Valores médios pagos em reais por plataforma a cada visualização (atualizado em 28/03/2021):

  • Spotify: R$ 0,017
  • Apple Music: R$ 0,032
  • YouTube Content ID: R$ 0,0011
  • Deezer: R$ 0,027
  • Google Play: R$ 0,027

Neste cenário, no Spotify, por exemplo, para que um artista brasileiro consiga faturar um salário mínimo atual R$ 1212,00, é preciso que seu conteúdo alcance mais de 70 mil visualizações.


Vamos pensar que ele também vende produtos, como boné ou camiseta, por R$50,00, digamos que o custo é R$25,00. Nesse caso ele precisa vender 48 produtos para alcançar um salário. Aqui vemos o contraste 70000 visualizações contra 48 produtos para o mesmo faturamento.

O que vimos na matéria?

  • Criar merchandising com a sua marca artística aumenta a interação com seus fãs, aumenta a conscientização para sua marca e ajuda a levar um tema iniciado com um álbum ou single por toda uma era de uma carreira.
  • Com a mudança de mercado, o merchandising assumiu uma das fontes mais importantes de renda para o artista.
  • A Ramos Indústria possui um leque de produtos para atender essa demanda.

Tire a sua ideia do papel! Crie seus produtos agora!

Se você é artista e quer criar produtos de qualidade para os seus fãs, faça como a Pineapple, Manos Caps, Viela17, Câmbio Negro, Código Fatal, Pateta Código 43 e conheça a Ramos Indústria. O Cesar Ramos (sócio e fundador da Ramos Indústria) trabalha com Hip-Hop há mais de uma década e já orientou vários artistas e marcas sobre o mercado de merchandising. Criamos shoulder bags, bonés, buckets, camisetas, moletom.

Conheça a nossa estrutura e venha fazer parte também

Reproduzir vídeo

O QUE DIZEM NOSSOS CLIENTES

500000 +
Bonés fabricados
100000 +
Modelos únicos
7500 +
Clientes satisfeitos

principais dúvidas

Fabricamos para muitas marcas. Elas vendem suas próprias peças.

• 50% no pedido e 50% + frete na remessa (ou seja, antes da entrega do produto).
• em até 12 vezes parceladas no cartão de crédito *taxas da operadora de cartão serão aplicadas + frete na remessa. 
• 100% à vista (pagamento antecipado) via transferência bancária ou pix + frete na remessa.

Nosso mínimo é de 30 peças idênticas por cor, modelo e aplicações.

Em média 30 a 45 dias a contar da data de comprovação do pagamento.

As logomarcas que serão aplicadas nas peças deverão ser enviadas pelo cliente em alta
resolução (vetorizadas). Caso você não tenha sua logomarca vetorizada, nós redesenhamos
mediante uma taxa de apenas R$50. *Valor não abatido em futuro pedido. Arquivo vetorizado será de sua propriedade.

Frete por conta do cliente. A cotação será feita na semana de entrega das peças.

Entre em contato com nosso time

Copyright © 2021 Ramos Indústria. Ramos Indústria e Comércio de Confecção LTDA | CNPJ: 19.385.803/0001-30 | Av. Gov. Roberto da Silveira, 1020 | CEP: 86800-520 | Apucarana - PR | (43) 3422-1501 • (43) 3422-8037